Estudo duplica espécies de serpentes registradas para a Caatinga | AGÊNCIA FAPESP

Livro resultante de trabalho apoiado pela FAPESP será lançado no dia 19 de outubro, no Museu Biológico do Instituto Butantan

Estudo duplica espécies de serpentes registradas para a Caatinga

03 de outubro de 2017

Agência FAPESP – O livro Serpentes da Caatinga: Guia Ilustrado (Ponto A, 2017) será lançado no Museu Biológico do Instituto Butantan, dia 19 de outubro de 2017, às 18h30.

O livro é resultado do trabalho de doutorado de Thaís Barreto Guedes da Costa, uma das autoras da obra, pelo Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Unesp.

O trabalho duplicou o número de espécies de serpentes registradas para a Caatinga, de 50 para 114 espécies. A coleta de dados foi feita em museus e coleções científicas e deparou com endemismos, fenômeno em que há separação de espécies, que passam a se reproduzir em regiões diferentes, dando origem a espécies com formas diferentes de evolução.

O livro reúne fotografias de todas as espécies registradas. Para cada serpente apresentada são fornecidas informações sobre morfologia (tamanho, massa e dentição), uso de habitat (horário de atividade e substrato), hábitos alimentares (principais itens), modo reprodutivo (ovípara ou vivípara), táticas defensivas e se a serpente oferece risco de envenenamento grave ao ser humano. As espécies estão agrupadas por coloração, a fim de facilitar o eventual reconhecimento pelo leitor.

Há também um texto introdutório sobre a Caatinga e sobre serpentes, que caracteriza e sumariza os principais aspectos de história natural desses animais. O guia ainda inclui textos a respeito de outros vertebrados serpentiformes e répteis que podem ser encontrados na Caatinga.

O livro teve coautoria do professor Otavio Augusto Vuolo Marques, coordenador de Costa, do professor André Eterovic (Universidade Federal do ABC) e do professor Ivan Sazima (Museu de Zoologia da Unicamp).

O endereço do Museu Biológico é av. Vital Brazil, 1.500, Butantã, São Paulo. Os interessados em comprar o livro podem entrar em contato com comunicacao@ponto-a.com.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados