Edgar Dutra Zanotto é o vencedor do Prêmio Almirante Álvaro Alberto | AGÊNCIA FAPESP

Professor titular do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal de São Carlos receberá premiação da presidenta Dilma Roussef (foto:E.Cesar/FAPESP)

Edgar Dutra Zanotto é o vencedor do Prêmio Almirante Álvaro Alberto

09 de abril de 2013

Agência FAPESP – O vencedor da edição 2012 do Prêmio Almirante Álvaro Alberto para Ciência e Tecnologia é o engenheiro Edgar Dutra Zanotto, professor titular do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal de São Carlos (DEMa/UFSCar).

O anúncio foi feito na semana passada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), após Zanotto ter sido comunicado sobre a escolha pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp. A cerimônia de premiação será realizada no dia 23 de outubro de 2013, no auditório do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em Brasília (DF).

Zanotto destaca quatro frentes como marcos em seus 36 anos de carreira: a produção de artigos acadêmicos sobre cristais em vidros; a formação de alunos e pesquisadores; a participação na criação e na consolidação do Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV) da UFSCar; e o envolvimento na concepção e na implantação de programas da FAPESP.

Atualmente, Zanotto coordena o Projeto Temático "Processos cinéticos em vidros e vitrocerâmicas" e o Centro de Pesquisa, Educação e Inovação em Vidros (CEPIV), um dos novos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) apoiados pela FAPESP. Ele também atuou como coordenador-adjunto da diretoria científica da FAPESP entre 1995 e 2005. Nesse período, participou da criação e coordenação do Núcleo de Patentes e Licenciamento de Tecnologia (Nuplitec), que tem como objetivo proteger a propriedade intelectual de inventos criados nos projetos financiados pela instituição.

O Conselho Deliberativo do CNPq contemplou nesta edição a área de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias. O Prêmio Almirante Álvaro Alberto para Ciência e Tecnologia tem parceria da Fundação Conrado Wessel (FCW) e da Marinha do Brasil e busca reconhecer pesquisadores brasileiros pelo trabalho realizado ao longo de sua carreira em prol do avanço da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) brasileira.

O nome do prêmio homenageia o almirante Álvaro Alberto (1889-1976), que por mais de meio século contribuiu com o desenvolvimento científico. Ele foi o idealizador e primeiro presidente do CNPq, originalmente chamado Conselho Nacional de Pesquisas.

A premiação é concedida anualmente, em sistema de rodízio, a uma das três grandes áreas do conhecimento abrangidas pelo CNPq: Ciências Exatas, da Terra e Engenharias; Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes; e Ciências da Vida. O vencedor recebe diploma, medalha, R$ 200 mil (valor concedido pela Fundação Conrado Wessel) e uma visita ao Centro Tecnológico da Marinha, em São Paulo, para conhecer seu Programa Nuclear.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados