CDMF e Universidade Nacional de Mar del Plata patenteiam em parceria | AGÊNCIA FAPESP

CDMF e Universidade Nacional de Mar del Plata patenteiam em parceria Pesquisadores do CEPID e da universidade argentina (foto) responsáveis pelo desenvolvimento de dispositivo de caracterização optoeletrônica de materiais (foto: CDMF)

CDMF e Universidade Nacional de Mar del Plata patenteiam em parceria

14 de dezembro de 2017

Agência FAPESP – O Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), um dos 17 Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP, e a Universidade Nacional de Mar del Plata (Argentina) patentearam um dispositivo de caracterização optoeletrônica de materiais que alteram a sua resposta elétrica ou óptica, de acordo com o tempo e a temperatura em atmosferas de diferentes gases.

Já aprovada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), a invenção permite identificar a presença de gás carbônico, entre outros gases, responsáveis por intoxicação muito comum na Argentina, país que tem prioridade de uso da patente.

O dispositivo compreende um cabeçote desmontável, constituído por microeletrodos montados dentro de uma câmara de sílica tubular, translúcida à luz visível para permitir a observação da alteração de cor do material sensor; um forno retrátil, de montagem rápida com uma janela central, que permite caracterizações em presença da luz de diferentes comprimentos de onda; e tampas nos extremos desta câmara de sílica tubular.

Os inventores e pesquisadores responsáveis pela invenção são Nicolas Tibaldi, Miguel Adolfo Ponce, Pablo Kalafatovich, Hector Asencio, Mariela Paula Desimone, Alexandre Zirpoli Simões, Leandro Silva Rosa e Elson Longo, diretor do CDMF.
 

Assuntos mais procurados