Bolsa FAPESP de Pós-doutorado em Leishmaniose | AGÊNCIA FAPESP

Pesquisa no no Instituto Adolfo Lutz busca identificar um composto natural de origem microbiana ou proveniente de plantas para combater parasita da doença (imagem: Wikimedia Commons)

Bolsa FAPESP de Pós-doutorado em Leishmaniose

07 de janeiro de 2020

Agência FAPESP – Uma Bolsa FAPESP está disponível para uma vaga de pós-doutorado no Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIp)”, que é conduzido no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. O prazo de inscrição se encerra no dia 13 de janeiro de 2020.

A oportunidade está vinculada ao subprojeto “Estudo de novos candidatos a fármacos em protozooses negligenciadas”, coordenado pelo professor André Gustavo Tempone. A pesquisa busca identificar um composto natural de origem microbiana ou proveniente de plantas, que apresente promissora atividade in vitro anti-Leishmania infantum e/ou Trypanosoma cruzi.

O pesquisador realizará inicialmente ensaios fenotípicos in vitro utilizando o modelo de amastigotas intracelulares de Leishmania infantum e Trypanosoma cruzi para determinar a atividade dos compostos a serem testados.

Os interessados podem se candidatar enviando e-mail para o professor Tempone (agtempone@gmail.com). Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/3367.

A oportunidade de pós-doutorado está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precise se mudar, poderá ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados