Por que não conseguimos explicar a fotossíntese natural? Novas idéias e aplicações | AGÊNCIA FAPESP

Por que não conseguimos explicar a fotossíntese natural? Novas idéias e aplicações

Início
08/12/2009
Fim
08/12/2009

Agência FAPESP – O Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP) realizará, no dia 8 de dezembro, o seminário “Por que não conseguimos explicar a fotossíntese natural? Novas ideias e aplicações”.

O seminário será ministrado por Marco Antonio Sacilotti, professor emérito da Universidade de Borgonha, na França, e professor visitante do Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco.

Voltado principalmente para biólogos e pesquisadores da área de bioenergia, Sacilotti apresentará uma visão provocativa em relação ao processo de fotossíntese, além de discutir de que forma o processo repercute na produção de energia.

O pesquisador partirá do diagnóstico de que a fotossíntese é ainda um mecanismo mal explicado. Para chegar à produção de energia (biomassa, combustível, elétrica), ele apresentará, de forma simples, um modelo de bandas de energia entre dois materiais diferentes baseado nos trabalhos de Leo Esaki e Herbert Kroemer, ganhadores do Nobel de Física, em “bandas de energia deslocadas” (staggered energy line up).

“Essa é a única configuração energética existente que permite separar cargas de sinais diferentes entre dois materiais diferentes, sob excitação luminosa”, disse Sacilotti à Agência FAPESP. “Apresentaremos várias aplicações dessa nova, e talvez muito antiga, maneira de obtenção de separação de cargas de sinais diferentes, entre dois materiais diferentes, sob excitação luminosa.”

O seminário será realizado às 11 horas, no anfiteatro 1, localizado no prédio Biomédicas 2 do ICB, na Cidade Universitária da capital paulista.

Mais informações: (11) 3091-7259