Biopolíticas da depressão entre os imigrantes em Portugal | AGÊNCIA FAPESP

Biopolíticas da depressão entre os imigrantes em Portugal

Início
18/12/2008
Fim
18/12/2008

Agência FAPESP – A Faculdade de Saúde Pública (FSP) da Universidade de São Paulo (USP) realizará no dia 18 de dezembro, na capital paulista, um encontro com duas pesquisadoras internacionais.

Das 9h30 às 12h, a antropóloga Chiara Pussetti, professora do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (Cria) do Instituto Superior da Ciência do Trabalho e da Empresa, em Lisboa (Portugal), falará sobre “Biopolíticas da depressão entre os imigrantes em Portugal”.

Por sua vez a psicóloga Iolanda Évora, do Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento (CEsA) e professora da Universidade Autónoma de Lisboa, falará, das 14h às 16h30, sobre “O conhecimento sobre o HIV/Aids e comportamento sexual: notas de um estudo realizado entre jovens de origem caboverdiana em Portugal”.

Segundo os organizadores do encontro, a partir de uma reflexão sobre a controvérsia da existência ou ausência da depressão entre os africanos – um dos temas mais clássicos da psiquiatria transcultural –, a idéia é refletir sobre as formas de sofrimento, “independentemente das dinâmicas sociais e interesses políticos e econômicos que as constroem, produzem, reconhecem e nomeiam”.

O evento é aberto ao público sem necessidade de inscrições.

Mais informações: adorno@usp.br ou (11) 3083-4117.