A gestão da política habitacional em São Paulo: agentes e arranjos | AGÊNCIA FAPESP

A gestão da política habitacional em São Paulo: agentes e arranjos

18 de abril de 2017

Agência FAPESP – O seminário “A gestão da política habitacional em São Paulo: agentes e arranjos” será realizado pelo Centro de Estudos da Metrópole (CEM/CEPID) no dia 18 de abril de 2017, das 17h30 às 19h30, no prédio da Filosofia e das Ciências Sociais da Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo.

A palestrante será Magaly Marques Pulhez, pesquisadora pós-doutoranda do CEM (com Bolsa da FAPESP) e doutora pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP.

Pulhez falará sobre sua pesquisa, que aborda interações entre Estado e empresas privadas nos formatos de gestão da política habitacional operada em território paulista.

Empiricamente, são focalizadas as relações entre agências estatais e empresas de consultoria e gerenciamento, subcontratadas como prestadoras de serviços de apoio administrativo.

Segundo o CEM, o “incremento da terceirização e o papel regulador do Estado nesse processo são elementos de debate para compreender a produção e a implementação da política, os interesses aí envolvidos e os arranjos institucionais a partir daí construídos e possivelmente constituídos como padrão de governança da política de moradia em São Paulo”.

O evento é aberto a todos os interessados sem necessidade de inscrição prévia.

Mais informações: www.fflch.usp.br/centrodametropole/.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados