40 vagas na França | AGÊNCIA FAPESP

Instituto Nacional de Pesquisa em Informática e Automação (Inria) seleciona professores e pesquisadores para postos de trabalho em oito centros de pesquisa em ciência da computação e matemáticas aplicadas. Inscrições vão até 16 de fevereiro

40 vagas na França

03 de fevereiro de 2009

Agência FAPESP – O Instituto Nacional de Pesquisa em Informática e Automação (Inria), da França, abriu seleção para 40 postos de trabalho para professores adjuntos, pesquisadores juniores e seniores em seus oito centros de pesquisa.

As vagas cobrem todas as áreas de atividades do instituto, concentradas no campo da ciência da computação e das matemáticas aplicadas. As inscrições vão até o dia 16 de fevereiro.

O centro estimula a participação de candidatos de todas as nacionalidades e providencia os vistos e permissões de trabalho para os pesquisadores selecionados e seus cônjuges. Os candidatos admitidos também terão direito a aulas de francês e programas sociais para as famílias.

O Inria é um instituto público de ciência e tecnologia da informação e da comunicação que possui oito centros – em Paris, Bordeaux, Grenoble, Lille, Nancy, Nice, Rennes e Saclay – que abrigam 160 equipes envolvidas em projetos em parceria com universidades e outras instituições de pesquisa. O instituto tem cerca de 1,1 mil pesquisadores, 1,2 mil estudantes de doutorado e mil pós-doutorandos e engenheiros.

As áreas de pesquisa do instituto são: modelagem, simulação e otimização de sistemas dinâmicos complexos, métodos formais para programação de sistemas computacionais seguros e confiáveis, redes e informação onipresente, computação e sistemas computacionais, modalidades de interação entre ser humano e computador, mundos virtuais, robótica, engenharia computacional, ciências computacionais e medicina computacional.

www.cendotec.org.br
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados