Levantamento feito por grupo da Unesp permitirá saber quais os temas mais pesquisados e metodologias mais aplicadas (Noel Rosa, Elizeth Cardoso e Jacob do Bandolim/ reprodução)

Especiais

Pesquisa vai mapear produção acadêmica sobre música no Brasil

28/03/2012

Por Karina Toledo

Agência FAPESP – Mapear os principais trabalhos sobre música realizados no Brasil desde o fim dos anos 1980 é o objetivo do projeto "A pesquisa acadêmica na área de música: um estado da arte", coordenado pela professora Lia Vera Tomás, do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp), com financiamento da FAPESP.

Com término previsto para 2014, a pesquisa tem como fontes os anais dos encontros e congressos da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música (ANPPOM), o que corresponde a um universo de aproximadamente 2 mil trabalhos apresentados.

“Em um primeiro momento, pretendemos fazer um levantamento quantitativo. Isso permitirá saber, por exemplo, quais são as universidades que mais produzem, a temática mais trabalhada e quais as metodologias aplicadas”, disse Tomás.

Com base nos dados numéricos, diversas leituras e perguntas poderão ser feitas. “Será possível perceber, por exemplo, como teorias vão sendo abandonadas com o passar dos anos e outras começam a ser adotadas. Se encontrarmos um conjunto de compositores mais pesquisado, a pergunta a ser feita é: por que optaram por esse e não por outro”, apontou.

Outro objetivo do projeto é mostrar em que medida a produção acadêmica brasileira dialoga com os trabalhos realizados na América Latina e no mundo. “Avaliar se estamos em sintonia com o que é feito fora do Brasil e até medir se nossa produção acadêmica circula dentro do próprio país”, disse Tomás.

Os resultados da pesquisa devem ser reunidos em uma publicação. “Em livro ou em uma publicação na internet, pois uma pesquisa dessa natureza tem de estar acessível para consulta”, afirmou a professora da Unesp.

O projeto-piloto já conduzido, que reuniu 1.398 trabalhos, resultou em um capítulo do livro Formação e avaliação de pesquisadores e docentes em música no Brasil, organizado pela professora Sonia Ray, da Universidade Federal de Goiás.

Paralelamente, Tomás coordenará nos próximos dois anos, em parceria com o professor Mário Videira da Universidade de São Paulo (USP), a criação de um laboratório de estudos na área de Estética e Filosofia da Música. Esse projeto foi contemplado por um Edital Universal do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Além de uma biblioteca específica sobre estética musical e sobre filosofia da música, o projeto inclui a compilação de passagens de obras filosóficas traduzidas em português no qual a temática seja a música. O material será organizado em índices temáticos e cronológicos, que ficarão disponíveis para consulta pela internet.

“Numa segunda etapa, queremos incluir e traduzir trechos de obras ainda não editadas em português”, contou Tomás. O laboratório e a biblioteca serão instalados no Instituto de Artes da Unesp.
 

REPORTAGENS E NOTÍCIAS MAIS LIDAS DO MÊS

BOLETINS DA AGÊNCIA FAPESP

« AnteriorPróximo »

Escolha o dia para ler o boletim da Agência FAPESP desde 2003

Revista Pesquisa FAPESP
Leia a nova edição da revista
Pesquisa FAPESP
Banner FAPESP - Alpha Crucis